olhar o vazio

pesquisar

 
Daisypath Anniversary tickers
Sábado, 30 / 10 / 10

Feliz Halloween

 

 

O Dia das Bruxas, ou a Festa Halloween é um evento muito tradicional que ocorre em países como Estados Unidos, Canadá, Irlanda e Reino Unido. Sua origem nasceu nas antigas celebrações dos povos celtas entre 600 antes de Cristo e 800 anos depois de Cristo. Originalmente o Halloween não tinha qualquer ligação com as buxas, era apenas um festival do calendário celta irlandês, o festival de Samhain que era celebrado entre 30 de Outubro e 02 de Novembro e que marcava o fim do verão no hemisfério norte.

A Festa Halloween de hoje nada tem a ver com a celebração de séculos passados, com o passar dos anos e a mistura de outras culturas, foram adicionados a comemoração elementos como bruxas, abóboras, morcegos, etc.

Nos países onde a Festa Halloween é celebrada anualmente há a tradição das crianças sairem pelas ruas visitando cada morador e a dizer: trick or treat, “doce ou travessura”, ou seja a tradição de pedir um doce, sob ameaça de fazer uma travessura! Esta tradição nasceu na crença de que os duendes nesta noite vinham pregar ‘peças’ nas pessoas, e para que eles não fizessem grandes estragos as pessoas deixavam doces e guloseimas na porta de suas casas.

Atualmente a Festa Halloween é de facto uma grande brincadeira onde todos se divertem e onde a bruxa e o terror fazem parte dos festejos. Também é um tema muito utilizado em festas de aniversário de adolescentes. Os jovens gostam muito do tema e geralmente rende boas e divertidas festas!

 

in:

http://www.portalis.co.pt/festa-das-bruxas-halloween/

sinto-me:
tags:
publicado por olharovazio às 18:57
Domingo, 24 / 10 / 10

Era tão bom!!!

 

 

"Era tão bom podermos colocar alguma coisa sobre os olhos que nos permitisse ver o mundo de uma forma melhor...mais bonito!"

sinto-me:
publicado por olharovazio às 22:09
Quarta-feira, 20 / 10 / 10

"Máscaras"

 

 

Nos últimos dias, existiram certos acontecimentos que me levaram a pensar num determinado tema: a presença de variados tipos de "máscaras sociais" usadas por nós no dia a dia, de acordo com a situação ou com aquilo que nos convém naquela altura (seja com boas ou más intenções).

Estas mesmas "máscaras" são responsáveis, em grande parte, pelas desilusões sofridas ao longo da vida, pois algumas pessoas, que no início se demonstram amigas e leais, acabam por se revelar exactamente o contrário. A "máscara", mais cedo ou mais tarde, acaba por cair.

É certo que tudo tem dois lados, um mais positivo que outro. Quantas vezes escondemos o nosso verdadeiro eu, com medo de não sermos aceite por determinada pessoa ou grupo? Talvez demasiadas.

Mas esquecemo-nos de algo importante: a verdade acaba sempre por vir ao de cima. A desilusão provocada será maior do que o impacto causado pela nossa verdadeira personalidade, e acabamos por perder a oportunidade de conquistar a confiança (entre outras coisas) da pessoa em questão. Acabamos também por ficar defraudados perante nós próprios.

Sendo assim, não será melhor fazer um esforço e mostrarmos o que está "por baixo"?

Eu penso que sim.

sinto-me:
publicado por olharovazio às 22:33
Sábado, 16 / 10 / 10

Espreitem isto...

Estão com fome? Não sabem o que fazer para o almoço ou o jantar? Ou simplesmente querem experimentar algo novo?

Então não deixem de visitar o blog:

 

http://papas_e_doces.blogs.sapo.pt

 

De certeza que encontrarão a resposta

sinto-me:
publicado por olharovazio às 00:11
Quinta-feira, 14 / 10 / 10

Optimismo

 

Por vezes é bom construirmos o nosso pequeno mundo, da forma como gostaríamos que ele fosse.

sinto-me:
publicado por olharovazio às 22:44
Quarta-feira, 13 / 10 / 10

The archive of lost dreams...

 

Quantos de nós não temos pelo menos um sonho "perdido" no tempo?

Algo que ficou por realizar, quer por falta de oportunidade, quer até por deixarmos de querer determinada coisa. Muitos desses sonhos acabam como que arquivados nas profundezas do nosso ser, esquecidos.

Porque não resgatar, um a um, tudo o que deixámos para trás (na medida do possível, claro), de modo a sentirmo-nos mais realizados e de bem com a vida?

 

The archive of lost dreams

 

Far from the light to reach beneath a veil of mist
Countless stories were left to rest in peace
Darkened and calm
The grave uncared
Once a haven filled with hope
The archive of lost dreams
We send our inner fears for the ocean to score
Waiting it takes them all away from the shore
Deepest beliefs from billions of souls
Longing for our wishes to find a way back home
Aah...Naiad
The last one in the unknown
The keeper of our written dreams
Aah...Promises
None of them were left behind
She blessed them with her kiss
See.
Hear and feel
The miracle of life
Believe the signs and trust you'll stay alive
Descend to find the depth of your heart
Mysterious Naiad
Now the circle's closed forever
Aah...Naiad
The archive is gone
We are on our own

 

sinto-me:
publicado por olharovazio às 21:38
Terça-feira, 12 / 10 / 10

Valerá a pena?

 

 

 

Como o título da canção indica, algumas pessoas têm uma tendência estranha para "gostarem" de ser enganadas.

Talvez por estarem de certo modo dependentes (a nível emocional) da outra pessoa e pensarem que mais vale estar assim do que sofrer um pouco mais com uma ruptura da relação. Nada mais errado, uma vez que, a médio ou a longo prazo, a situação irá acabar por ser tão penosa ou mais do que a dita acção de "cortar o mal pela raíz".

Sendo assim, valerá a pena continuar com algo que nunca nos irá fazer verdadeiramente felizes?

sinto-me:
publicado por olharovazio às 21:53
Segunda-feira, 11 / 10 / 10

Una forma de ver las cosas...

Aún no hemos hecho zapatos que sienten tan bien como la arena

Ni ropa que nos envuelva como el agua

Ni pensamientos que se adapten como el aire.

Hay mucho que hacer.

Las obras de la naturaleza son abstractas.

No se apoyan en otras cosas para significar.

La gaviota no se parece al mar

Ni el sol a la luna.

El sol extrae agua del mar.

Las nubes no se parecen a ninguno de los dos

No mantienen su forma para siempre.

Que la ladera de la montaña se parezca un rostro es casual.

 

(Arthur Dave, 1925)

 


 

 

Encontrei isto enquanto remexia na papelada do ano passado. Trabalhámos este poema, muito bonito por sinal, numa aula do 3º ano.

É sempre bom recordar!

 

sinto-me:
publicado por olharovazio às 21:40
Domingo, 10 / 10 / 10

Sou...

"...um estranho neste mundo. Repentinamente, formam-se padrões bizarros de memórias na minha mente, e os olhos criam imagens estranhas e fantasmas tristes..."

 

 


sinto-me:
publicado por olharovazio às 21:23
Sexta-feira, 08 / 10 / 10

Viver...

"feliz para sempre"...será bom?

 

Aqui há uns dias, num daquelas alturas em que há muito para fazer (ou não) deparei comigo a pensar o que é que seria verdadeiramente a felicidade, mais propriamente se a célebre frase "Viveram felizes para sempre" tem assim tanto sentido e razão de ser.

Na verdade, no que me diz respeito, penso que não. Porquê? Pensem desta forma: se o que, supostamente, nos faz evoluir enquanto seres humanos são as adversidades da vida, a felicidade, por seu turno, torna-nos mais "intolerantes" face às mesmas adversidades. Senão vejamos: se somos felizes "para sempre", temos tendência para nos acomodarmos nessa mesma felicidade, deixando de procurar soluções adequadas ao caso que tem de ser enfrentado (sim, às tantas haveria algum...nada dura para sempre) e, desse modo, superá-los.

Ficamos mais vulneráveis aos "pontos baixos" da vida, menos capazes de resolver problemas (devido a serem situações poucos usuais), e com tendência para encararmos a vida de uma maneira mais pessimista. Ou seja, na minha modesta opinião, penso que "viver feliz para sempre" seria uma chatice, uma vez que necessitamos de uma certa "confusão" (também pode ser encarada como adrenalina) para atingirmos um "patamar" superior.

 

É só uma opinião, claro!

sinto-me:
publicado por olharovazio às 15:23
Pedaços de vida...de tudo um pouco.

mais sobre mim

Já me visitaram...

Andam por aqui...

online counter

Vieram de:

free counters

Translator

pesquisar

 

Outubro 2010

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
15
17
18
19
21
22
23
25
26
27
28
29
31

últ. recentes

mais comentados

Hoje visitaram: